Novo arrombamento a escola mostra a necessidade dos profissionais de vigilância

0
200

No dia  04 de maio a Escola Neusa Maria Peyneu, localizada no bairro Jardim Atlântico, em Jacaraípe sofreu o terceiro arrombamento em menos de um mês. Antes, nos dias 22 e 23 de abril ela já havia sido invadida e furtada. O resultado dessas ações é depredação e furto de equipamentos importantes para as escolas, como computadores.

Esse fato reforça ainda mais a insistência do Sindseg/GV de que as escolas públicas estaduais e municipais precisam contar com o serviço de vigilância profissional patrimonial. Na ausência desses profissionais, vândalos e bandidos se sentem à vontade para arrombar e furtar unidades de ensino, principalmente em feriados e fins de semana.

O caso da escola citada não um caso isolado. Isso acontece sistematicamente. E a contratação de profissionais para a proteção e vigilância desses estabelecimentos mostra-se como obrigação do estado e de prefeituras que não está sendo cumprida.

Mais uma vez o Sindseg/GV reafirma a sua luta para que medidas nesse sentido seja tomadas com a urgência necessária. Além de abrir postos de trabalho e gerar empregos para a categoria, a prevenção a esses fatos lamentáveis vai impedir também que alunos fiquem sem aulas e sem equipamentos que ajudam em sua aprendizagem.