Faltam profissionais de segurança em shoppings no Espírito Santo

0
335

No dia 1º de Abril um homem foi assassinado dentro do Sopping Boulevard, em Vila Velha. Essa situação é um alerta grave quanto à segurança em espaços como esse. Shopping Centers vendem a ideia de conforto e segurança, mas não falam para a população que investem o mínimo possível em nome de lucros e rendimentos.

O Shopping Boulevard não contrata seguranças em número suficiente há um bom tempo. Informações que chegaram ao Sindseg/GV/ES dão conta de que apenas um segurança estava contratado no dia do crime. No momento do crime, não sabemos se havia profissionais de segurança no local.

O que se quer alertar aqui é que empreendimentos como shoppings e outros onde há muita circulação de pessoas precisam investir em segurança. Não estamos dizendo que o fato não ocorreria caso houvesse seguranças no local. Mas a presença de profissionais de segurança intimida ações de violência como essa em questão.

Além do Boulevard Vila Velha, estabelecimentos como os shoppings Mochuara (Cariacica) e Mestre Álvaro (Serra) também não investem em segurança como deveriam. O número de profissionais de segurança nesses espaços é insuficiente e muitas vezes eles não usam nem armas.

A contratação de profissionais de segurança adequadamente treinados e qualificados para tratar de situações de risco e com pessoas é indispensável para que vidas sejam preservadas, bem como o direito da população ao lazer e compras de forma segura. Vamos acionar o Ministério Público para que tais distorções sejam corrigidas e que esses empreendimentos passem a priorizar a segurança de seus freqüentadores como questão prioritária.